Conteúdo notícias

» Notícias

Apenas 3% dos Defensores Públicos paraibanos responderam ao Diagnóstico da Instituição no Brasil

O prazo para responder aos questionários do IV Diagnóstico da Defensoria Pública no Brasil foi prorrogado para a próxima segunda-feira 13. De um total de 244 Defensores Públicos da Paraíba cadastrados na pesquisa, apenas 3% completaram as respostas e o esse baixo índice pode ameaçar a qualidade dos resultados.

O estudo busca atualizar os dados sobre o perfil tanto dos Defensores Públicos do País quanto compreender o funcionamento das Defensorias Públicas da União, dos estados e do Distrito Federal. A pesquisa faz parte do projeto fortalecimento do acesso à justiça no Brasil, uma parceria entre Secretaria de Reforma do Judiciário, do Ministério da Justiça, o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento e a Agência Brasileira de Cooperação. O diagnóstico servirá também para contribuir com as reformas judiciárias em curso.

Realidade local

O formulário está disponível eletronicamente para que os Defensores de todo o país possam responder de acordo com sua realidade local. Para garantir a privacidade do usuário, todas as informações serão tratadas com sigilo, e as respostas não serão ligadas ao nome dos participantes. O sistema possibilita ainda que, caso o formulário não seja preenchido de uma só vez, o participante possa retornar ao site e continuar de onde parou. A pesquisa abrange perguntas sobre o número de membros nas defensorias, áreas de atuação e perfil socioeconômico dos defensores.

Um e-mail contendo o link para acesso ao questionário foi enviado ao endereço eletrônico de cada um. O acesso à pesquisa também pode ser feito pelo http://diagnosticodefensoria.hpconsultores.com.br/.

Aqueles que porventura não tenham recebido o e-mail contendo esse link, devem procurá-lo em sua caixa de lixo eletrônico (spam), pois por conter links, pode ter sido bloqueado.

Também devem fazer um pré-cadastro pelo hotsite do diagnóstico e receber o link pelo e-mail que informar. E os que ainda encontrarem problemas para abrir o questionário ou prosseguir com algumas respostas, devem utilizar um navegador atualizado (Google Chrome), desabilitar a opção de bloqueio de pop-ups do seu navegador. E por fim, certificar-se de ter escolhido o cargo e UF corretos. Se tiverem mudado de cargo recentemente e encontrarem problemas, devem contatar a equipe de Suporte do IV Diagnóstico por meio do hotsite da pesquisa.

 

Fonte: Assessoria