Conteúdo notícias

» Notícias

Defensoria celebra Dia da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha com live

Por: Larissa Claro

Para celebrar o Dia Internacional da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha, comemorado no dia 25 de julho, a Defensoria Pública do Estado da Paraíba (DPE-PB), por meio da Coordenadoria de Defesa da Mulher, realiza na próxima segunda-feira (27), às 19h, uma live no Instagram (@defparaiba) com o tema “Os desafios da mulher negra no sistema de Justiça", conduzido pela defensora pública da Paraíba, Aline Mota, integrante da Comissão de Igualdade Étnico-Racial da Associação Nacional das Defensoras e Defensores Públicos (Anadep).

Para falar sobre o assunto, a Defensoria Pública convidou a advogada criminalista Sharlene Amaro Azarias, feminista negra, escritora e idealizadora do “Elas por Elas”. Sharlene também é pós-graduanda em Ciências Criminais pela UVV/ES e em Direitos Humanos e Ciências Sociais pela PUC/RS, além de integrar comissões da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Espírito Santo. Ela presidiu a Associação Brasileira dos Advogados Criminalistas do Espírito Santo (ABRACRIM-ES).

O Dia Internacional da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha foi instituído 25 de julho de 1992, durante o I Encontro de Mulheres Negras da América Latina e Caribe, na República Dominicana. A data é considerada um marco na luta e resistência da mulher negra.

Mesmo correspondendo a 53% dos brasileiros, a população negra ainda luta para eliminar desigualdades e discriminações. A coordenadora de Defesa da Mulher da DPE-PB, Fátima Diniz, destaca que, mesmo sendo a maioria, a população negra segue sub-representada nos espaços de poder, sobretudo dentro do próprio sistema de justiça.

“Em se tratando do gênero, o abismo é ainda maior. Nessa data, a Defensoria Pública do Estado reafirma seu compromisso com a igualdade de gênero e com a representatividade de mulheres negras na política e em cargos de poder e de decisão. Assim, convidados todas e todos a acompanharem a nossa live na próxima segunda-feira”, convidou a defensora pública.