Conteúdo notícias

» Notícias

DPE encerra programação do Outubro Rosa com palestra para servidores

Por: Larissa Claro e Matheus Wendell*

A Defensoria Pública do Estado da Paraíba (DPE-PB) encerrou nesta quinta-feira (31), com a palestra da oncologista Dalva Guedes Arnaud, a programação do Outubro Rosa, uma campanha voltada à prevenção e ao combate ao câncer de mama e câncer do colo de útero. A palestra destinada aos servidores da Instituição foi promovida pelo Núcleo Especial de Direitos Humanos (Necid). Na quarta-feira (30), foi a vez da Ouvidoria-Geral encerrar, no bairro de Mandacaru, o ciclo de palestras realizado em bairros e comunidades de João Pessoa e Bayeux.

Durante o encerramento, o defensor público-geral da Paraíba, Ricardo Barros, lembrou que o Núcleo de Mediação em Saúde e o Núcleo de Defesa do Consumidor da DPE-PB recebem constantemente dezenas de assistidos que não têm acesso a saúde plena ou que foram impedidos por algum plano de realizar tratamentos, intervenções cirúrgicas e transplantes. “O cuidado com a saúde deve ser prioridade na vida de todos e a Defensoria Pública zela por isso. Para a Defensoria, inclusive, o Outubro Rosa se estende pelo ano todo, pois temos atendimentos e promoções de ações diariamente", ressaltou.

A palestra da médica Dalva Guedes Arnaud foi fruto de um convite feito pela assistente social do Necid, Céu Palmeira. Dalva é chefe do Serviço de Oncologia do Hospital Napoleão Laureano e falou sobre a importância do autoexame e da mamografia, lembrando que o câncer de mama tem 95% de chance de cura se disgnosticado precocemente.

Dalva também alertou para fatores de risco, como obesidade e sobrepeso, sedentarismo, exposição a radiações ionizantes, consumo de álcool, cigarro e histórico familiar. Lembrou, também, que os homens podem ser acometidos pelo câncer de mama - ainda que o percentual seja pequeno (cerca de 1% dos casos) - e por isso eles devem ficar atentos e realizar cuidados similares aos das mulheres.

CICLO DE PALESTRAS – Em parceria com a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Humano (Sedh) e com o Movimento das Trabalhadoras e Trabalhadores por Direito (MTD), a Ouvidoria-Geral realizou palestras para mulheres de João Pessoa e Bayeux, com o foco nas formas de prevenção e detecção precoce do câncer de mama e do colo do útero. A última palestra da enfermeira Catarina Ferreira Pontes, que é pós-graduanda em Saúde Pública pelas Faculdades Integrada de Patos (FIP), foi no CSU de Mandacaru, na quarta-feira (30).

“A celebração da parceira com a Sedh e com o MTD nos deu a oportunidade de conscientizar uma parcela da população vulnerável da Grande João Pessoa e levar os serviços de atendimento e orientações dos direitos estabelecidos na lei em relação ao câncer de mama e ao câncer de colo do útero. Intensificamos a importância da prevenção e o tratamento da doença”, ressaltou a ouvidora da DPE, Andrea Coutinho.

Em parceria com a Sedh, foram realizadas palestras no Centro de Atividades e Lazer Padre Juarez Benício (Cejub), no Centro de Convivência da Pessoa Idosa do Castelo Branco e no CSU de Mandacaru. Já a parceria com o MTD possibilitou à Ouvidoria levar a palestra para a Associação Comunitária Canudos, em Bayeux, e para a ocupação Vitória, instalada no Altiplano.

“As palestras funcionaram principalmente como uma ferramenta multiplicadora. Sempre no final da fala os participantes aproveitavam para tirar dúvidas e dizer que as informações seriam repassadas para filhas, irmãs, vizinhas. Diante disso, observa-se um resultado positivo e satisfatório”, avaliou a enfermeira Catarina Pontes.