Conteúdo notícias

» Notícias

Patos ganha Núcleo de Atendimento da Defensoria Pública da Paraíba

Por: Ascom-DPPB

O município de Patos, no Sertão paraibano, ganhou um Núcleo de Atendimento da Defensoria Pública da Paraíba-DPPB. A inauguração ocorreu na manhã desta segunda-feria, 5.  O novo equipamento, que fica localizado à Rua Vidal de Negreiros, 200, no bairro de Brasília,  foi o quarto entregue pela defensora pública-geral Madalena Abrantes em pouco mais de um ano de gestão.

Anteriormente, foram contemplados os municípios de João Pessoa, Campina Grande e Cabedelo, e o próximo será Sousa. Coordenado pelo defensor público José Gerardo Rodrigues, o Núcleo de Patos será dotado de toda a estrutura necessária, contará com outros cinco defensores públicos, três assessores e cinco estagiários, que prestarão atendimento e assistência jurídica gratuita a pessoas carentes dos 23 municípios que integram a Região Metropolitana.

Até então, os serviços prestados pela DPPB se davam numa pequena sala emprestada pela diretoria do Fórum de Patos, onde o insuficiente espaço físico comprometia o andamento dos trabalho, a privacidade e o sigilo de informações prestadas pelos assistidos, sobretudo aquelas relacionadas a ações de família, que constituem a maior demanda, junto a outras nas áreas criminal, cível, consumidor e infância e juventude.

EXERCÍCIO DE SUPERAÇÃO
Madalena destacou que, mesmo utilizando o mesmo orçamento congelado pelo governo do Estado desde 2014, a atual gestão vem conseguindo, à custa de muito sacrifício, assegurar investimentos em infraestrutura como esse, que proporcionam melhores condições de trabalho para os defensores públicos e um ambiente mais adequado para o atendimento ao público-alvo da Instituição.

“Quem ganha com isso é a comunidade. Com essas melhorias, os assistidos pela Defensoria Pública serão recebidos e atendidos de forma mais humanizada, visto que agora contamos com um espaço adequado, à altura de Patos, que é a terceira cidade polo do Estado da Paraíba, cuja Região agrupa mais de 300 mil habitantes”, concluiu.